Casamentos Natal-RN

Casamento Patricia & Diego

No estudo da biologia, lá tras, nos livros de "Scipione" (lembram??), estudávamos sobre as plantas. Nesse processo víamos que elas tem suas origens a partir de sementes, passam por transformações diversas e ao longo do seu ciclo vital percorrem um longo caminho até atingirem sua maturidade. Víamos também que essas plantas podiam ser ou não frutíferas, que davam ou não flores, que tinham crescimento rasteiro ou se elevavam à grandes alturas, entre outras características.


O casamento é como uma planta, sabiam? Ué, porque não?! Vou explicar... Quando iniciamos o relacionamento com alguém, estamos ali plantando uma semente (vocês fizeram isso há muito tempo). Mas essa semente algumas vezes demora um pouco mais para gerar a sua planta, não que isso seja algo ruim, mas porque no momento certo ela germinará e cumprirá seu papel. Ao longo desses anos a semente de vocês germinou, crescendo o amor mútuo, pautado no respeito e companheirismo. Então, é chegado o momento dessa linda planta chamada amor dar uma linda flor, o casamento. A flor para desabrochar precisa de um cuidado intenso e apenas no momento certo ela mostra toda a sua beleza. Assim é o relacionamento de vocês!


Lembrem-se, para que uma planta possa sempre conseguir dar flores ou frutos e manter-se erguida e forte, ela necessita de raízes muito firmes para nutrir tudo isso. As raizes na vida de vocês consistem nos conceitos de caráter que ambos possuem, na relação de admiração que um tem para o outro, no respeito, no carinho, na abdicação, no amor, no cuidado. Mantenham esse conceito sempre em mente e a árvore do casamento será sempre próspera e frondosa. A partir de hoje um pertence ao outro, agora sendo Patrícia de Diego e Diego de Patrícia. Obrigado pelo carinho e por me permitirem estar perto nesse momento tão importante! Que Deus os abençoe sempre!


Beijos nos corações!!!



Vítor Toscano

Paulo Dantas

Felipe Lima 

Augusto Souza

Tags

natal rio grande do norte hegley gerbera recepcoes